Poesia

* * *

A poesia se manifesta como o gozo da alma, que em si não se limita à métrica e rima.

É expressão de revelia, interna ou externa ao ser.

A poesia é o brilho exemplar da manifestação no semblante relevante.

Representa o quente e o frio, a esperança e o desespero, o amor e o ódio, o santo e o profano.

Ela nos cerca e está em nós.

É Pai, Filho e Espírito Santo.

Também é crença e descrença. Avença e desavença.

Turbilhão de emoções, o olho do furacão.

É guerra e paz.

Poesia é eu, tu, ele e ela, nós, vós, eles e elas.

Poesia é hetero, homo, bi, pan, demi, gray e lito.

É tanto, que não cabe em si.

Poesia não se rotula, se vivencia.

Feliz aquele que respira poesia.

* * *

2 comentários sobre “Poesia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s