Escrever é um antidoto para a solidão

Já faz algum tempo que incentivo os meus amigos a escreverem, pelas mais diversas razões. Quando me deparei com o texto do Dr. Jeremy Nobel, fiquei simplesmente extasiado e embora não seja uma tradução literal, capta a essência de seu texto original.

Eu tomei a liberdade de traduzir esse texto da Harvard Health Publishing, revista da Harvard Medical School.

O texto foi originalmente escrito pelo Dr. Jeremy Nobel e publicado em 14 de setembro de 2018, com o título Writing as an antidote to loneliness.


Pode não parecer possível melhorar a saúde através da escrita, mas como médico, um profissional da saúde pública e poeta, eu sei o que os dados científicos tem a dizer sobre isso: quando as pessoas escrevem sobre o que está em suas mentes e corações, elas sentem-se melhor e ficam mais saudáveis. E isso não é somente porque elas estão arrancando seus problemas do peito.

A escrita proporciona formas recompensadoras de explorar e expressar os sentimentos. Ela permite que você faça sentido, assim como o mundo que você experimenta. Ter um profundo entendimento de como você pensa e sente – autoconhecimento – lhe proporciona uma forte conexão com você mesmo. É esta conexão que faz com que você supere emoções negativas (como culpa e vergonha) e acesse emoções positivas (como otimismo e empatia), promovendo um sentimento de conexão com outras pessoas além de si mesmo.

Fazer conexões é a chave

É impressionante o sentimento de conexão que pode ser gerado com outras pessoas quando se está escrevendo, mesmo quando essas pessoas não estão diretamente engajadas. Imagine você assistindo um filme ou participando de um concerto, ou tendo uma experiência que possa ser dramática ou inspiradora. Apenas por saber que as pessoas no local estão compartilhando essa mesma experiência, você se sente conectado a elas, mesmo que você nunca fale sobre isso.

A escrita expressiva pode gerar esse mesmo efeito de conexão, a medida que você escreve sobre coisas que reconhece que outros também podem estar experimentando, mesmo que essas experiências sejam diferentes. Se você compartilha seus escritos, você pode ampliar essa conexão com outras pessoas ainda mais. Esse benefício é energizante, promove a melhoria de vida, e em alguns casos salva vidas, em um mundo onde a solidão – e as doenças que ela pode desenvolver – tornou-se epidêmica.

Talvez seja hora de prestar mais atenção à escrita expressiva como uma forma importante de melhorar o sentimento de conexão com os outros. A conexão social é crucial para o desenvolvimento humano, da saúde e sobrevivência, mas pesquisas recentes sugerem que a conexão social é amplamente ignorada como um determinante da saúde.

Nós ignoramos esta relação por nossa conta e risco, uma vez que pesquisas médicas emergentes indicam que a falta de conexões sociais podem ter uma profunda relação com os riscos de mortalidade, estando associada a aproximadamente 30% das mortes prematuras – tão letal como fumar 15 cigarros por dia. O isolamento social e a solidão podem ter efeitos adicionais a longo prazo na saúde, incluindo: redução da capacidade imunológica e aumento das inflamações, promovendo artrite, diabetes tipo 2, câncer e doenças do coração.

Como a escrita expressiva combate a solidão

Pegar uma caneta pode ser uma intervenção poderosa contra a solidão. Eu acredito fortemente na escrita como uma forma das pessoas que se sentem sozinhas e isoladas, definirem, moldarem e mudarem as suas histórias pessoais. A escrita expressiva, especialmente quando compartilhada, ajuda a promover conexões sociais. Ela pode reduzir o peso da solidão entre os grupos que estão em risco, incluindo adultos mais velhos, cuidadores, pessoas com doenças graves, pessoas com deficiências, veteranos, jovens adultos, comunidades minoritárias de todos os tipos, imigrantes e refugiados.

A escrita nos permite operar no passado, presente e futuro, tudo ao mesmo tempo. Quando você coloca a caneta no papel, você está operando no momento presente, mesmo enquanto seu cérebro está ativamente tentando fazer o passado relembrado fazer sentido, escolhendo e moldando palavras e linhas. Mas o cérebro também está operando no futuro, quando ele imagina uma pessoa lendo as palavras que você está ativamente escrevendo.

Quando se expressam através da escrita, as pessoas na realidade estão criando um artefato – um símbolo de alguns de seus pensamentos e sentimentos. As pessoas frequentemente escrevem o que dificuldade em falar, e assim exploram verdades profundas. Este processo de expressar-se através do mundo da escrita pode construir confiança e laços com outras pessoas, de uma forma não ameaçadora, forjando o caminho para uma vida mais consciente e conectada.

Quando as pessoas contam as suas histórias através da escrita, seja em cartas para amigos e familiares, em diários para elas mesmas, em blogs online, ou ainda em trabalhos convencionais publicados, elas normalmente descobrem uma forma de organizar e entender seus próprios pensamentos e experiências.

Escrever ajuda a desmistificar o desconhecido e reduzir os medos, especialmente quando compartilhamos essas preocupações registradas com outros.

Escrevendo pela sua saúde

Como um poeta, experimentei pessoalmente os benefícios da escrita expressiva. As habilidades que ela aperfeiçoa; a experiência de compartilhar ideias, sentimentos e percepções em uma página; a sensação de estímulo intelectual e o alívio emocional – todos contribuem para uma vida melhor. Eu gostaria que mais pessoas descobrissem que a escrita expressiva pode contribuir para o bem estar, da mesma forma que exercícios físicos e a boa alimentação fazem.

Eu documentei algumas das pesquisas realizadas na área de saúde e das artes. Depois de revisar mais de 100 estudos, concluímos que a expressão criativa melhora a saúde diminuindo a depressão e estresse, enquanto estimulada as emoções saudáveis.

Então pegue uma caneta e comece a escrever criativamente. Seja para a mente ou para o corpo, escrever é uma boa receita para uma boa saúde.

Siga-me no Twitter: @JeremyNobel1

The Foundation for Art & Healing

The UnLonely Project

2 comentários sobre “Escrever é um antidoto para a solidão

  1. F. disse:

    De fato a escrita é um instrumento valioso para nós que temos dificuldade de conexão e expressão com terceiros. Ótimo iniciativa ao traduzir este artigo. Agradeço! Desde o início do ano tenho praticado e não deixo de lado mais. 👏

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s