Das mentiras que contamos para nós mesmos

Você se lembra de alguma mentira que já contou para si mesmo?

Uma mentira que você contou para si tantas vezes que você mesmo pensa que é verdade, embora lá no fundo saiba que não é?

As vezes, queremos tanto que uma coisa seja verdade, que forjamos uma só nossa.

Claro que, forjando uma realidade nossa, afetamos as pessoas que nos cercam e muitas vezes de formas não muito positivas.

Essas mentiras estão quase sempre associadas a percepção errada que temos de nós mesmos, às vezes exacerbada por baixa autoestima ou outros problemas.

Normalmente não somos bons o suficiente. Normalmente as pessoas não nos amam ou não correspondem às nossas expectativas. Normalmente temos o dedo podre, ou jogamos pedra na cruz. Frequentemente tudo isso junto e mais um pouco.

Basta uma coisa não dar certo para esquecermos dezenas de outras que deram. Fechamos os olhos para tudo de bom e passamos a enaltecer o que de pior nos aconteceu.

Se alcançarmos um objetivo, só falaremos do cansado e das bolhas em nossos pés, mentiremos para nós mesmos para estarmos no papel do pobre coitado que sofreu, mas chegou lá, mas não falaremos das paisagens que vimos e das boas experiências que tivemos.

Parece ser condição do ser humano.

Mentimos para nós mesmos para justificar o nosso comportamento. Nos enganamos para que possamos viver melhor o papel de coitados, sempre a espera da graça divina, mas incapazes e levantar-se e ir a luta.

Mentimos para nós mesmos quando postamos aquela foto maravilhosa e cheia de filtros nas redes sociais, mas estamos a beira de um colapso nervoso.

Mentimos para nós mesmos porque não queremos que as pessoas vejam que somos simples seres humanos. Mentimos porque queremos ser vistos como epítomes da felicidade, mesmo quando estamos quebrados por dentro.

Mentimos para nós mesmos porque todos que nos cercam são felizes, não têm problemas… Porque a grama do vizinho é sempre mais verde.

Mentimos para nós mesmos porque estamos doentes, acometidos pela infecção generalizada chamada mundo moderno, que nos atropela e não nos dá a chance de sermos, sem mentir para nós mesmos, nós mesmos.

3 comentários sobre “Das mentiras que contamos para nós mesmos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s