Sobre jardins

Gostaria de exercitar a escrita diariamente. Registrar pensamentos, monólogos aleatórios, contos e causos, vividos ou imaginados.

Queria pintar um quadro, escrever uma poesia, falar de filosofia.

Plantar uma árvore, subir uma montanha, atravessar um rio.

Queria tomar um café bem quente, sentar-me na varanda de uma casa antiga, ouvir os fantasmas que não quiseram ir, e com eles conversar.

Queria cochilar à bordo de um barco, no meio de um lago paradisíaco, fingindo pescar peixes sem isca e sem anzol.

Captar o som do cosmo. Entender os mistérios da vida e responder as perguntas que não querem calar.

Viajar para dentro e fora de mim mesmo. Entender o incompreensível. Amar.

Aprender a cultivar jardins cheios de flores, que me alegrem com suas cores e perfumes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s