Deixa morrer

Aos poucos vamos nos entregando a certos vícios, ou padrões de comportamento que em nada contribuem para a nossa vida. Pior, também não contribuem para a vida de outras pessoas. Tentamos fazer o nosso melhor, mas as vezes nem isso é suficiente. Não é porque esquecemos que agimos com orgulho, com egoísmo e sendo fatalmente … Continue lendo Deixa morrer

Caminhando

Caminhamos inexoravelmente para um mesmo destino, mas falhamos, muitas vezes, em reconhecer que caminho é esse e quem nos acompanha. Quando olhamos para trás e buscamos significância em nossa vida, podemos perceber que nunca estivemos sozinhos, que sempre havia alguém do nosso lado, seja fisicamente ou em pensamento. Que setembro seja um mês abençoado e cheio de boas transformações.

O sol e a lua

Hoje, dia 08 de agosto, se comemora o Dia Estadual da Poesia em Macapá. Embora as manifestações dos artistas locais tenham tido muito a ver com as regionalidades, eu havia a algum tempo pensado em escrever sobre o sol e a lua e hoje, apesar dos contratempos, a ideia finalmente saiu do papel.